blogando

Contraditório

há 41 semanas

“Não pode ser!” – exclamou Alberto, incrédulo, quando Ernestina, chefe de loja da RevShops, se queixou dos problemas criados pela Elsa. Não esperava isso dela! Sempre considerara aquele tipo de comportamentos inaceitáveis e, neste caso, sentia-se particularmente irritado porque tinha sido ele que a recomendara à empresa.

 

clique para ver
o artigo completo
Comentário de César Rodrigues:
Carissimo

Adorei a história pelo que tem de pedagógico e revivi a minha estadia na Distri lojas por 4 anos.

Um abraço

2017-02-28 14:13:10
Comentário de Patricia Dansot:
Um alerta sensível de que nem todas as verdades são cartezianas.
Nos faz reflexionar... e relembra a importância de trazer à practica o ouvir todas as partes.

2017-02-28 15:18:09
Comentário de João Borrego:
Cada vez mais acredito no poder de Escutar que tão pouco se pratica...Obrigado por mais uma excelente história.

Um Abraço

2017-02-28 15:34:32
Comentário de Lélio Luz:
Quem só houve uma das partes corre o risco de ser parcial e julgar erradamente.Por isso o juiz só julga depois de ouvir o réu e a acusação.

2017-02-28 17:27:41
Comentário de Alberto Ferreira:
Meu Caro
Excelente história
Muitas vezes somos precipitados na decisão. Quando na cadeia de comando existe uma quebra de confiança nesta situação - uma deturpação por responsabilidade da Chefa de Loja agimos ouvindo a chefia que é o correto pois tem a nossa confiança . Muitas vezes não é possível às chefias ouvir todas as partes sobretudo em equipas numerosas. Agir ponderamente o ideal mas mesmo que erradamente não se deixe de agir.....situações ideais não existem. Mostrar o exemplo à organização que uma chefia deve ser na equipa uma referencia de correção e ser confiável. Quem não é terá de sair Abraço.

2017-02-28 18:37:29
Comentário de Sílvio Brito:
Concordo inteiramente.Isto faz parte do conceito ao qual chamamos de dissonância cognitiva neste caso praticado pela funcionária Elsa. Está aqui em causa a forma de Liderança de Alberto que conhecendo as formas de liderança participativo-democráticas aqui esqueceu-as. Um lider querendo ser integrador deve ouvir todas as partes e saber distinguir entre factos e opiniões e não se deixar contaminar por estas ultimas somente.Abraço.

2017-02-28 19:41:58
Comentário de Gastão Maia de Loureiro:
Penso que é um bom exemplo que demonstra que a análise de uma determinada situação deverá ter em conta o contexto a mesma situação em contextos diferentes poderá ter significados e resultados diferentes e que para os resultados sejam sustentáveis á que ter em conta a identificação e satisfação das necessidades e expectativas das partes interessadas.

2017-03-01 06:53:10
Comentário de Homero Vieira:
Caro Prof Bancaleiro
Mais uma historia do mundo real.
Obrigado por partilhar.
Um abraço

2017-03-01 10:51:03
Comentário de Laura Falagueira:
Pois é um homem de Recursos Humanos preocupado com o negócio de pessoas para pessoas e não lhe ocorreu questionar o motivo da sua pessoa tão responsável querer tirar férias numa época que ela própria sabia que só por motivos inadiáveis o podia fazer.
Não é uma critica acontece a todos nós que andamos a mil e não paramos para perceber o motivo da máquina não querer continuar.
Estas estórias são úteis porque são alertas para todos nós. Vale sempre a pena
Nada é por acaso
Obrigado José pela partilha
Um abraço


2017-03-01 12:30:10
Comentário de Henrique Silva:
Caro José Bancaleiro
excelente historia real
o alerta para a liderança o líder pode estar focado na tarefa mas não pode descurar a relação o colaborador deve ser avaliado e interpretado por um todo deve ser tratado como pessoa
atenção ao feedback e à comunicação como factor critico de sucesso nas organizações
as organizações estão preocupadas em atrair os talentos muitas vezes não os desenvolvem e esquecem-se de os reter
mais importante quando os talentos não se identificam com as praticas de gestão da organização e saem que valores vão transmitir da organização para os seus pares e comunidade e os que ficam o que pensaram da situação e qual o impacto ao nível do envolvimento com a tarefa e compromisso com a organização.


2017-03-01 12:48:55
Comentário de Yura de Oliveira:
Olá José Bancaleiro muito grata pela partilha de conhecimentos.. Este artigo so mostra que não devemos julgar se não ouvirmos as partes é claro aqui a importância da comunicação na liderança todos nós antes de sermos profissionais somos pessoas e pessoas que somos temos os nossos defeitos e preocupações hoje estamos aqui mas amanhã não ..o importante é sermos responsaveis e saber agir e honrar os nossos compromissos.

2017-03-01 14:32:06
Comentário de um visitante anónimo:
Obrigada pela partilha desta bela história José Bancaleiro.
beijinho

2017-03-02 08:56:12
Comentário de Domingos Peixoto:
Caro Professor

Muito obrigado pela sua partilha de experiencia através de excelentes exemplos como este. Esta é de facto a vida das organizações.

Um abraço.

2017-03-02 12:48:48
Comentário de João Vieira:
Mestre Bancaleiro

Um princípio básico de que nunca abdico mesmo que isso possa causar desagrado numa das partes.

Obrigado por continuar a inspirar para ser um professional melhor

Um abraço

2017-03-02 16:00:51
Comentário de Teresa Peres:
Caro José
Sem dúvida um princípio que qualquer gestor de pessoas não pode esquecer.
Muito obrigada pela sua partilha.
Um abraço

2017-03-05 23:01:28
Comentário de Edgar Madeira:
Meu Caro mais uma grande lição de vida Não julgues nem faças juízos prévios sem dispor de todos os dados Abraço



2017-03-06 16:08:03
Comentário de Sandra Alves:
Boa tarde
Dr. José é de fato uma grande lição de vida
Agradeço a sua partilha.

Beijinhos

2017-03-08 13:53:33
Comentário de joão braga:
Boa tarde José
No trabalho com a família com os amigos este é um procedimento que nunca deve ser esquecido.
ouvir sempre as duas/várias versões pois só assim poderemos realmente ajudar a resolver/ultrapassar a crise com que se deparam.
Um abraço
João

2017-03-08 18:04:07
Comentário de Célia:
Bela História...devemos sempre ouvir mais do que um lado Sem dúvida.

2017-03-09 18:03:53
Comentário de Preciosa Miambo:
Caro Professor
Mais uma linda estória. Fez me lembrar o ditado que diz nao tome decisões de cabeça quente . Devemos sempre saber ouvir. É uma virtude que deve ser explorada todos os dias.
Obrigado por mais um contributo para anossa reflexão.

2017-03-29 08:30:08
Deixe o seu comentário:

A sua identificação:
Nome:
Email: